O Rotary Club de Rio Maior existe há uma década

Aos 10 anos de existência Rotary Club de Rio Maior implantou Marco Rotário na cidade

É como se fosse um presente ao contrário: no seu 10º aniversário, no dia 11 de novembro de 2016, em vez de receber, o Rotary Club de Rio Maior ofereceu um Marco Rotário à cidade. Fica na Avenida Dr. João Afonso Calado da Maia, num canteiro aberto no passeio com recurso aos bons ofícios da Junta de Freguesia, numa das esquinas com a Rua António Barata, junto do café que aí se encontra. O Marco Rotário assenta numa linda pedra polida oferecida pela Farpedra. O grupo escultórico metálico constituído por uma esfera definida por supostos paralelos e meridianos, aberta, contém no seu interior a roda dentada identificativa de Rotary a qual tem a particularidade de ser móvel, foi desenhado e montado pelo presidente do Clube, o Eng. José Oliveira, depois de os seus componentes terem sido oferecidos e recortados a laser na Galtrailer que disponibilizou os meios para isso. Descerraram o marco o governador do Distrito Rotário 1960, Abílio Lopes, a presidente do Município, Isaura Morais e o presidente do Rotary Club de Rio Maior, José Oliveira, na presença de vários “companheiros” do clube aniversariante, tendo sido proferidas pelos três breves palavras alusivas àquele momento.

A inauguração do Marco Rotário de Rio Maior.

A inauguração do Marco Rotário de Rio Maior.

À noite, no jantar que foi de aniversário e de acolhimento ao governador do Distrito 1960 (veio de Tavira, com a esposa, Isabel Lopes), foram reiterados os agradecimentos feitos junto ao Marco Rotário à Farpedra, agora na pessoa da sua representante e à Galtrailer na do seu sócio e líder, Eng. António Albano Carvalho que veria a sua empresa ser distinguida.

Admitido em Rotary Internacional em 7 de novembro de 2006, o Rotary Club de Rio Maior foi publicamente instituído em 11 de novembro de 2006.

O jantar, na Quinta das Acácias, contou com representações dos Rotary Club de Alcobaça, Algés, Almeirim, Benedita, Bombarral, Caldas da Rainha, Entroncamento, Lisboa – Benfica, Peniche, Porto de Mós, Santarém, Tavira, Torres Vedras e, é claro, com os rotários e os rotaractistas locais em peso.

Sem nos atermos à ordem protocolar rotária, registamos que na mesa de honra tomaram assento: o governador Abílio Lopes e a esposa, Isabel Lopes; o presidente do Rotary Club de Rio Maior, José Oliveira e a esposa, Alda Oliveira; o past-governador e sócio honorário Artur Almeida e Silva; o presidente do Rotary Club de Santarém, padrinho do de Rio Maior, Armando Rosa; a presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Isaura Morais; a provedora da Santa Casa da Misericórdia de Rio Maior, Maria José Figueiredo e a representante do Rotaract de Rio Maior, Tamara Branco.

Para a saudação às bandeiras foram chamados pela responsável do protocolo, Célia Flores: Abílio Lopes para a Bandeira Nacional, José Oliveira para a bandeira do Rotary Club de Rio Maior, Isaura Morais para a bandeira do Município, Tamara Branco para a bandeira do Rotaract de Rio Maior e o presidente do conselho de administração da Fundação Rotária Portuguesa para a bandeira desta fundação.

Os jantares rotários são não só de convívio e de fomento do espírito rotário mas também de emblemagem de novos membros, reconhecimento e premiação de méritos de pessoas da comunidade, às vezes de sorteio de bens para angariar fundos destinados a obras rotárias seja em que pontos forem do país, e também de atribuição de meios de apoio a serviços de cariz humanitário.

Deste jantar salientamos:

• A emblemagem de Débora Antunes e a assunção do respetivo compromisso rotário. Madrinha: Célia Flores.

A emblemagem de Débora Antunes, pelo governador do Distrito Rotário 1960, Abílio Lopes.

A emblemagem de Débora Antunes, pelo governador do Distrito Rotário 1960, Abílio Lopes.

• A entrega do Diploma e do Prémio de Mérito Escolar atribuído a Dinis António Pires, um dos melhores alunos do Agrupamento de Escolas Marinhas do Sal tendo como referência o ano letivo de 2015/2016, compromisso assumido pelo presidente do Rotary Club de Rio Maior quando da ainda recente entrega de prémios e diplomas relativos àquele ano letivo em cerimónia que decorreu no auditório da Escola Superior de Desporto de Rio Maior. Registe-se a propósito que o Rotary convidou o jovem e os pais para o jantar, durante o qual o governador lhes dirigiu palavras de grande apreço pela educação do filho e a este, palavras de estímulo para a continuidade dos seus estudos.

O presidente do Rotary Club de Rio Maior entregando o prémio ao aluno Dinis António Pires, do Agrupamento de Escolas Marinhas do Sal.

O presidente do Rotary Club de Rio Maior entregando o prémio ao aluno Dinis António Pires, do Agrupamento de Escolas Marinhas do Sal.

• A homenagem à Galtrailer – Indústria e Comércio, Lda. Esta empresa riomaiorense fabrica semirreboques basculantes, porta máquinas e caixas basculantes integrando no seus produtos a melhor e mais atual tecnologia, trabalhando inclusivamente com a Universidade de Aveiro. Exporta, em qualidade e não propriamente em quantidade, para 40 países incluindo a Alemanha e os Estados Unidos da América. Gera emprego para mais de 100 pessoas, entre as quais ex-alunos da Escola Profissional de Rio Maior. É liderada pelo engenheiro António Albano Carvalho, seu sócio gerente, a quem o Rotary entregou o Diploma de Mérito e Excelência estando presentes neste ato António Constantino, diretor da empresa, bem como Jorge Spencer da Silveira, além do governador Abílio Lopes e do presidente José Oliveira. Este último é amigo de infância de Albano Carvalho razão pela qual a entrega da distinção atribuída à Galtrailer se revestiu de especial emoção.

António Albano Carvalho, sócio gerente da Galtrailer, ladeado pelo presidente do Rotary Club de Rio Maior, José Oliveira e o governador do Distrito Rotário 1960, Abílio Lopes.

António Albano Carvalho, sócio gerente da Galtrailer, ladeado pelo presidente do Rotary Club de Rio Maior, José Oliveira e o governador do Distrito Rotário 1960, Abílio Lopes.

O Eng. Carvalho faria depois uma intervenção abrangente sobre a sua empresa e o momento atual da economia do país e mundial.

Assinalamos ainda outros dois momentos deveras interessantes, um pela ternura que revestiu e o outro de notável bom humor.

De ternura, foi o gesto do presidente do Rotary Club de Rio Maior que ofereceu um belo ramos de flores a uma companheira rotária especial para todos os rotários de Rio Maior: a Dra. Maria Luisa Sacadura, dinamizadora, fundadora e primeira presidente do Rotary Club de Rio Maior, que o recebeu emocionada.

Maria Luisa Sacadura, dinamizadora, fundadora e primeira presidente do Rotary Club de Rio Maior, recebeu, emocionada, um belo ramo de flores das mãos do atual presidente do clube, José Oliveira.

Maria Luisa Sacadura, dinamizadora, fundadora e primeira presidente do Rotary Club de Rio Maior, recebeu, emocionada, um belo ramo de flores das mãos do atual presidente do clube, José Oliveira.

De muito bom humor e até desafiante, foi a troca de saquinhos de flor de sal entre Isabel Lopes e Alda Oliveira, reclamando a primeira que trazia de Tavira a verdadeira e a melhor flor de sal para que Alda Oliveira fizesse cozinhados de excelência… E esta assegurando que cozinhados perfeitos só mesmo com a flor-de-sal das Salinas de Rio Maior.

Texto e fotos: Carlos Manuel

Categorias:Em Destaque, Sociedade Tags: , , ,

Também pode ser do seu interesse:

Rotary visitou Santa Casa de Rio Maior Rotary visitou Santa Casa de Rio Maior
No 10º aniversário do Cineteatro, recordar é viver No 10º aniversário do Cineteatro, recordar é viver
O Elogio do Vinho, nas Tasquinhas de Rio Maior 2016 O Elogio do Vinho, nas Tasquinhas de Rio Maior 2016
Árvores para o parque de estacionamento da EPRM Árvores para o parque de estacionamento da EPRM

Responder

Enviar Comentário


nove − 9 =

© 2017 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.