Portugal Economia Social e o desenvolvimento local

Mais de 60 mil instituições sociais convidadas, mais de 60 horas de debate, formação e qualificação e grande mostra de produtos e serviços Portugal Economia Social estimula novas perspectivas para o desenvolvimento local

Portugal Economia Social estimula novas perspetivas para o desenvolvimento local

A Fundação AIP organiza na FIL, de 19 a 21 de maio, o encontro multidisciplinar Portugal Economia Social, constituído por uma mostra e um fórum de debate, que pretende estimular a economia social e o desenvolvimento local, através de respostas às situações, públicos e regiões mais deficitárias, levando à criação de emprego e ao estímulo à participação.

O papel da cidadania empresarial na inclusão social e o desenvolvimento de iniciativas socioeconómicas que promovem o empreendedorismo com finalidades sociais, os serviços de proximidade, o microcrédito, o voluntariado, as iniciativas dos cidadãos e os novos paradigmas solidários de intervenção social e territorial foram alguns dos temas que deram origem à organização do Portugal Economia Social.

Através do combate a diferentes formas de exclusão social e pobreza, este encontro “multidisciplinar” visa promover a coesão social, estimulando a criação de novos empregos e melhorar as condições de empregabilidade. Este encontro de três dias, que conta com o Alto Patrocínio da Presidência da República, tem uma forte componente dirigida a todas as regiões de Portugal, pois são os concelhos, as autarquias e as freguesias que melhor conhecem as dificuldades e potencialidades das suas áreas. Através deste encontro os atores locais podem assistir e participar nos debates e têm aqui uma oportunidade de mostrar os produtos e serviços de maneira a potenciar as necessidades sociais das suas regiões.

O termo desenvolvimento local tem sido empregado no conceito de políticas públicas, tanto a nível europeu e nacional como local, associado a uma solução organizacional e é neste sentido que o Portugal Economia Social propõe fomentar a eficácia dos programas nos locais em desenvolvimento. O combate à pobreza das regiões menos desenvolvidas será um dos grandes temas em debate nos fóruns que este encontro, de 3 dias, visa impulsionar.

Todos os profissionais, empreendedores, instituições ou entidades, e agentes individuais da sociedade civil vão encontrar motivos de interesse e debate e encontrar respostas às suas necessidades, para além de ser o espaço ideal para estabelecer contactos e promover parcerias. A oportunidade de ampliar o network é o ponto-chave deste encontro. O grande público também terá todas as oportunidades de conhecer novas propostas sociais para os seus anseios ou projetos.

São mais de 60 mil instituições sociais convidadas, mais de 60 horas de debate, formação e qualificação e uma grande mostra de produtos e serviços que o encontro Portugal Economia Social vai mobilizar. Ao contribuir para a resolução dos novos problemas sociais, o sector da economia social tem vindo, nas últimas décadas, a afirmar o seu espaço como uma área importante na economia nacional.

Categorias:Economia, Em Destaque Tags: , ,

Também pode ser do seu interesse:

ANPME integra rede da União de Exportadores da CPLP ANPME integra rede da União de Exportadores da CPLP

Responder

Enviar Comentário


9 + = dez

© 2017 . Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por MDS Implement Ideas.